© 2019 - Desenvolvido pela Pharmaceutica Jr.

Nós acreditamos nos
seus

SONHOS

Horário de Funcionamento

Seg - Sex, com horário marcado

  • White Facebook Icon

Nos encontre

no Facebook

Rua Cândido Portinari
nº 200, Setor 2 Sala 3 -

Cidade Universitária Zeferino Vaz - Campinas/SP

Produtos grau 1 e 2: qual a diferença?

18 Sep 2017

Quer entender um pouco mais sobre a classificação de cosméticos? esse artigo é perfeito para você! Aqui descrevemos as principais diferenças entre os dois tipos, . Se você busca colocar um novo produto desse tipo no mercado, não deixe de conferir.

 

 

Tem um Negócio de Cosméticos ou está Pensando em Investir?

Nós podemos lhe ajudar! Da Formulação ao Registro na ANVISA, oferecemos soluções completas com preços abaixo do mercado.

Entre em contato e conheça nossos serviços.

 

 

Cosméticos, produtos de higiene pessoal e perfumes… é quase impossível imaginar nosso dia-a-dia sem esses itens, cuja importância para o ser humano está longe de ser restrita apenas aos tempos modernos.

Desde o Egito, há evidências do uso de folhas de henna, da qual se extraía corantes usados pela estética, pela saúde e também devido significados espirituais. Já os perfumes foram incorporados como higiene corporal na Grécia, onde se utilizava também máscaras cosméticas feitas de argila.

Hoje, a indústria de cosméticos inova e desafia a tecnologia, trazendo novos conceitos na cosmetologia, por meio de produtos com múltiplas funções, com várias formas de apresentação, compostos dos mais diversos agentes (como ativos anti-idade e anti-acne), reinventando categorias de cosméticos para um apelo à saúde, para longevidade e não apenas para a estética ou limpeza.

Isso traz algumas necessidades de classificação, continue lendo para entender quais são elas!

 

Produtos grau 1 x Produtos grau 2

Afinal, o que é essa denominação?

Segundo a ANVISA, os produtos de grau 1 e grau 2 são cosméticos, perfumes e produtos de higiene pessoal compostos por substâncias naturais ou sintéticas para uso externo em diversas partes do corpo:

  • cabelo

  • pele

  • unhas

  • lábios

  • dentes

  • mucosas da boca

com as funções de:

  • limpar

  • perfumar

  • alterar aparência

  • neutralizar odores

  • proteger sua integridade

Há diretrizes específicas para aspectos técnicos, requisitos adicionais para produtos importados e também sobre como deve ser a rotulagem, na qual deve constar o número da AFE (a Pharmaceutica Jr. já falou um pouco sobre isso nesse post. Confira!) entre outras questões.

Quer saber mais sobre registro de cosméticos? Entre em contato.

 

 

Então qual seria a diferença entre produto grau 1 e grau 2?

Produto grau 1 são aqueles que  possuem propriedades básicas, as quais não precisam ser comprovadas inicialmente e não requerem informações detalhadas quanto ao seu modo de usar e suas restrições de uso. Exemplos: perfumes, esmaltes, cremes sem ação fotoprotetora.

Produtos grau 2 são caracterizados por possuírem indicações específicas que necessitam de comprovação de segurança e ou eficácia, de informações sobre cuidados, modo e restrições de uso. Exemplos: produtos para acne, xampu anticaspa, itens de maquiagem com fotoproteção.

 

Por que existe essa diferença?

Essa classificação diferente resulta da chance de ocorrerem efeitos indesejados a partir do uso inadequado do produto, devido sua formulação, sua finalidade de uso e áreas do corpo onde são aplicáveis. Isto é, os produtos de grau 1, por serem mais simples são  apenas notificados e não apresentam toda a documentação e análises pelas quais os produtos de grau 2 são submetidos. Para saber mais sobre registro de cosméticos, entre em contato!

Mas, em ambos os casos, há na composição substâncias químicas (autorizadas pela ANVISA), as quais são componentes que, como qualquer agente externo ao corpo, podem gerar resíduos ou subprodutos e assim trazer riscos à saúde.

Por isso, leia a composição, informe-se e busque alternativas (por exemplo cosméticos com ingredientes naturais) com certificados reconhecidos.

 

Agora que você já entendeu a diferença, fique atento a nossos próximos posts e se tiver dúvidas sobre o registro de cosméticos, fale conosco.

 

 

Neste artigo falamos um pouco sobre fitoterápicos e nesse sobre patentes, caso você queira saber mais, leia também!

 

Tem um Negócio de Cosméticos ou está Pensando em Investir?

Nós podemos lhe ajudar! Da Formulação ao Registro na ANVISA, oferecemos soluções completas com preços abaixo do mercado.

Entre em contato e conheça nossos serviços.

 

 

Fontes:

http://www.crf-pr.org.br/uploads/paginadinamica/25872/Guia_Industria_de_Produtos_de_Higiene_Pessoal_Cosmeticos_e_Perfumes.pdf 

http://portal.anvisa.gov.br/conceitos-e-definicoes

http://www.crfce.org.br/novo/index.php?option=com_content&view=article&id=499:cosmeticos-e-itens-de-higiene-ocultam-ingredientes-que-podem-prejudicar-a-saude&catid=2&Itemid=2127

 

Please reload

Posts Em Destaque

3 Motivos para Investir em Cosméticos Orgânicos e Naturais

July 17, 2018

1/6
Please reload

Posts Recentes
Please reload